10 de outubro de 2022

Notícias em 10/10/2022

Imagem em destaque

Estrutura de Richat
Esta estrutura, caracteristicamente circular, é encontrada no deserto do Saara, no Planalto Gres de Chinguetti, noroeste da África, na Mauritânia. Conhecida como "Olho da África" ou "Olho do Saara", ela é visível do espaço por causa de seu tamanho, entre 40 e 50 km de diâmetro, e por não ser uma estrutura típica do deserto. 
Está situada no interior da Bacia Taoudenni, do Proterozoico, uma das principais unidades estruturais do cráton da África Ocidental. 
Suas cuestas circulares erodidas revelam camadas de rochas sedimentares em três anéis aninhados, mergulhando para fora da estrutura como uma cúpula estrutural.
Suas rochas constituem uma sequência do Proterozoico superior ao Ordoviciano. O centro consiste em uma plataforma de calcário-dolomita com brecha silicosa, intrudida por diques de anéis basálticos, intrusões kimberlíticas e rochas vulcânicas alcalinas. O corpo da brecha, de 3 km de diâmetro e pelo menos 40 m de espessura, tem forma lenticular e afina irregularmente nas extremidades até apenas alguns metros. São encontrados seis tipos composicionais de brechas ricas em sílica:
(i) quartzo-dolomita-calcita-albita;
(ii) quartzo-goetita-carbonatos (calcita-aragonita);
(iii) quartzo-caulinita-albita;
(iv) quartzo;
(v) quartzo-carbonatos, principalmente calcita, dolomita e aragonita; e
(vi) quartzo-goetita e hematita.
Quatro tipos de rochas cortam a Estrutura de Richat e não são encontradas na região fora dela:
(i) diques de basalto subverticais em anel quase centrados na estrutura;
(ii) diques principalmente de dolomita e anquerita silicificados e parcialmente ankeritizados;
(iii) rochas alcalinas extrusivas e intrusivas que cortam os diques de basalto na parte central da estrutura; e
(iv) rochas kimberlíticas em forma de tampões e soleiras na parte norte da estrutura.
Diferentes hipóteses sobre a formação da Estrutura de Richat ainda estão em discussão.
Eis uma lista, de menos a mais aceitos:
(i) impacto de um meteorito;
(ii) ajustes do subsolo, com movimentos verticais;
(iii) processos plutônicos graníticos relacionados com formação de cúpulas litosféricas; e
(iv) modelo genético com fluidos hidrotermais originando ambiente favorável à dissolução, onde tanto a estrutura quanto seu núcleo de brecha representariam a expressão superficial de um complexo alcalino, com preenchimento hidrotermal notavelmente bem preservado em seu cume.
A imagem acima foi gerada de uma foto de satélite Landsat sobre um modelo da Shuttle Radar Topography Mission (SRTM), com exagero vertical de 6 vezes. Também para destacar as feições topográficas, as cores do cenário e sombreamentos foram aprimorados. Considere que a altura real do cume central da estrutura é de aproximadamente 285 m.
(Crédito da imagem: NASA/JPL/NIMA - fonte1 - fonte2)

Assuntos do dia
mercado, energia alternativa, geologia, paleontologia, terremotos, vulcanismo, arqueologia, tecnologia, asteroides e outros.

    Mercado
Mercado do petróleo

Mercado do ferro


    Energia alternativa
Produção de hidrogênio offshore: Lhyfe inaugura a primeira unidade piloto do mundo para a produção de hidrogênio verde no mar
    (Por Geovane Souza) A empresa francesa Lhyfe, especializada na fabricação de hidrogênio renovável e ecologicamente correto, acaba de lançar a primeira unidade do mundo capaz de fabricar hidrogênio offshore.
    LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br

CNPE amplia prazo para definição de metas do Renovabio
    O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) publicou uma resolução ampliando o prazo para que o Comitê Renovabio proponha a meta compulsória anual de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa para a comercialização de combustíveis.
    LEIA MAIS em petronoticias.com.br

Carro elétrico ajuda ambiente, mas bateria exige mineração, e é um problema
    (Por Mariana Londres) Atividade de alto impacto ambiental e social, e ao mesmo fundamental em um cenário de transição energética e, portanto, alta demanda por baterias (tanto para veículos quanto para parques eólicos), a mineração brasileira investe na agenda ESG, tanto por parte do governo quanto da iniciativa privada.
    LEIA MAIS em economia.uol.com.br


    Geologia
Surgimento de Plantas Terrestres Alterou a Composição da Crosta Continental da Terra
    A evolução das plantas terrestres ocorreu há cerca de 430 milhões de anos (período Siluriano), quando a América do Norte e a Europa se uniram em uma massa de terra chamada Pangeia, e transformaram a biosfera da Terra.
    LEIA MAIS em www.geologyin.com


    Paleontologia
Ossos da maior ave do mundo são encontrados na Austrália
    (Por Daniela Marinho) O Dromornis stirtoni, de 8 milhões de anos, era mais alto que a ave-elefante de Madagascar, e o maior dos dromornitídeos (aves gigantes que não voavam).
    LEIA MAIS em socientifica.com.br

Fóssil de 230 milhões de anos pode responder sobre a origem dos pterossauros

Fóssil no Oceano Pacífico pode ser de megalodonte, espécie extinta de tubarão gigante
    Um dente gigante foi encontrado por pesquisadores norte-americanos no Oceano Pacífico, a mais de três mil metros de profundidade.
    LEIA MAIS em extra.globo.com

Novo campo de pesquisa: vestígios de cristais em folhas fósseis

Os ictiossauros jurássicos dividiram os recursos alimentares para coexistir
    Os jovens ictiossauros do início do Jurássico mostram especializações predatórias, revelaram cientistas da Universidade de Bristol.
    LEIA MAIS em www.geologypage.com


    Vulcanismo
Vulcão Popocatepetl

Vulcão Stromboli

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Nishino-Shima, Sakurajima e Suwanose-Jima no Japão, Mayon nas Filipinas, Katmai no Alasca, Nevado del Ruiz na Colômbia, Sangay e Reventador no Equador, Sabancaya no Peru e Nevados de Chillán no Chile.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 09, na região central da dorsal Meso-Atlântico (6,2 graus), na costa norte de Nova Guiné, Papua Nova Guiné (5,4), e em Fiji (5,5).
    Dia 10, na região de Nias, Indonésia (5,0 graus), e em Taiwan (5,0).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 09, dois na região de Fiji (ambos de 4,5 graus), em Kepulauan Talaud, Indonésia (4,8), em Java, Indonésia (4,9), em Seram, Indonésia (4,7), nas Ilhas Ryukyu, Japão (4,6), na coste norte de Papua, Indonésia (4,5), na costa oeste de Sumatra do Norte (4,8), nas Ilhas Kuril (4,5) e na costa de Sucre, Venezuela (4,7).
    Dia 10, em Hokkaido, região do Japão (4,9 graus), na costa leste de Honshu, Japão (4,6), nas Ilhas Fox, Alasca (4,8), no sul do Alasca (4,6), na dorsal de Reykjanes (4,7), no Golfo do México (4,5), na costa de Coquimbo, Chile (4,8), e em Vanuatu (4,5).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Arqueologia
Santuário descoberto em templo egípcio revela rituais nunca antes vistos
    Arqueólogos identificaram cerca 15 falcões enterrados no local, a maioria deles sem cabeça. Acredita-se que o povo nômade blêmio tenha adaptado o local às suas crenças.
    LEIA MAIS em revistagalileu.globo.com


    Asteroides
Os maiores impactos de meteoritos na Terra


    Tecnologia
Pesquisadores brasileiros desenvolvem tecnologia que faz carros elétricos funcionarem utilizando etanol


    Extra
Marinha dá início a Operação Antártica XLI


Notícias em 07/10/2022

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *