#SePuderFiqueEmCasa, mas não deixe de comprar o que precisa. Movimente o Comércio. Informe-se. Até o boteco da esquina está entregando em casa.

18 de novembro de 2019

As três primeiras minas brasileiras de cobre nos séculos XIX e XX: reservas e produções

Por Marco Gonzalez

Tiveram significativa importância as reservas e as produções das primeiras minas brasileiras de cobre:
  • Mina de Pedra Verde, no Ceará;
  • Minas do Camaquã, no Rio Grande do Sul,  e
  • Mina da Caraíba, na Bahia.
Carregador Eimco Rocker Shovel (incompleto) e vagonetas Granby-Car, maquinário para transporte do minério utilizado antes da expansão das Minas do Camaquã (cortesia do blog diegoelaisaporaidemoto)

Seguem algumas considerações sobre as reservas e as produções destas minas.

Mina de Pedra Verde

As três tabelas a seguir apresentam as reservas e a produção da Mina de Pedra Verde.


Mina de Pedra Verde
Reservas geológicas
Ano
Minério (t)
teor (%)
1979
14.016.000
0,98
1988
20.733.396
0,88
Reservas geológicas em 1979 e 1988 com teor de corte de 0,6% de cobre
(fonte: Brizzi, A. S.; Roberto F. A. C. 1988. Jazida de Cobre de Pedra Verde – Viçosa do Ceará. In: Schobbenhaus, C., Coelho, C.E.S. (coords.), Principais Depósitos Minerais do Brasil, DNPM, Brasília, v. III, p.71-80. 1988.)

Dados de 2001 do DNPM registram uma reserva de 44.932.644 t, com 0,9% de cobre correspondente ao depósito sulfetado da Mina de Pedra Verde, tendo prata como sub-produto.


Mina de Pedra Verde
Reserva lavrável
Ano
Minério (t)
teor (%)
1988
11.420.300
1,00
Reserva lavrável em 1988 na Mina de Pedra Verde
(fonte: mesma da tabela anterior)

Mina de Pedra Verde
Produção
Ano
cimento de cobre (t)
1988
630
Produção na Mina de Pedra Verde em 1988 (fonte: DNPM)

Minas do Camaquã

As três tabelas a seguir apresentam as reservas e a produção das Minas do Camaquã.

Minas do Camaquã
Reservas geológicas
Ano
Responsável
Minério (t)
teor (%)
1977 
Docegeo
27.600.000
1,27
1978 
Equipe da CBC
30.800.000
1,06
Reserva geológica nas Minas do Camaquã em 1977 e 1978
A reserva calculada em 1978 considerou 0,6%, como teor médio mínimo para os blocos da lavra subterrânea, e 0,3%, como teor de corte para a lavra a céu aberto.
(fonte: Teixeira, G.; Gonzalez, M. Minas de Camaquã, município de Caçapava do sul, RS. In: Schobbenhaus, C., Coelho, C.E.S. (coords.), Principais Depósitos Minerais do Brasil, DNPM, Brasília, v. III, p.33-41. 1988.)

Minas do Camaquã
Reservas lavráveis em 1985
Local
Minério (t)
teor (%)
Mina Uruguai (CA)
7.074.000
0,53
Mina São Luiz (Sub)
1.312.000
0,94
Mina Uruguai (Sub)
5.987.000
1,09
Lavra complementar
1.615.000
0,70
Total
15.988.000
0,79
Reservas lavráveis em 31/12/1985 nas Minas do Camaquã 
Sub = lavra subterrânea / CA = lavra a céu aberto
(fonte: mesma da tabela anterior)

Minas do Camaquã
Produção de minério de cobre
Lavra
Período
Minério (t)
teor (%)
Subterrâ-nea
1901-1996
10.857.779
0,99
Céu Aberto
1981-1993
11.671.732
0,54
Total
1901-1996
22.529.511
0,76
Produção de minério de cobre nas Minas do Camaquã (fonte: CPRM)

Mineração Caraíba

As duas tabelas a seguir apresentam reservas e produção da Mineração Caraíba.

Mineração Caraíba
Reservas geológicas
Ano
Minério (t)
teor (%)
1996¹
14.500.000
2,67
2000²
51.425.588
1,63
Reservas geológicas em 1996 e 2000 na Mineração Caraíba (fontes: Andrade Filho¹ e DNPM²)
Contribuíram para a reserva em 2000, além da Mina Caraíba, os jazimentos de Curaçá, Vermelho, Surubim, Lagoa da Mina, Cercado Velho, Pirulito e Santa Fé, todos no Vale do Curaçá. 

reserva lavrável de minério de cobre, na Mina Caraíba em 1996, era de 311.540 toneladas de metal contido.

Mineração Caraíba
Produção
Ano
Cobre eletrolí­tico (t)
1996¹
174.500
2000²
185.345
Produção na Mineração Caraíba em 1996 e 2000 (fontes: BNDES¹ e DNPM²)

A Mineração Caraíba, em 1999, havia ampliado sua capacidade instalada de produção para 200 mil toneladas/ano de cobre eletrolítico, em sua trajetória de continuidade para o século XXI.

Em 1996, produção mundial de minério de cobre era de 10.700.000 toneladas e a reserva do planeta era de 610.000.000 de toneladas. Em 2000, a produção mundial era de 12.900.000 toneladas e a reserva global era de 650.000.000 toneladas de minério de cobre. Nestes períodos, mantiveram-se no topo do ranking, em produção e reservas, o Chile e os EUA.



Leia também:

As três primeiras minas brasileiras de cobre nos séculos XIX e XX: suas histórias

As três primeiras minas brasileiras de cobre nos séculos XIX e XX: geologia e mineralização

As três primeiras minas brasileiras de cobre nos séculos XIX e XX: impactos ambientais

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *