23 de novembro de 2022

Notícias em 23/11/2022

Imagem em destaque

Mosteiro Sant Miquel del Fai
No ano de 997, os Condes de Barcelona concederam as terras da igreja de Sant Miquel e arredores ao fidalgo Gombau de Besora para que ele fundasse o mosteiro que se vê na imagem acima. Foi construído na Área Natural de Sant Miquel del Fai, no lado oeste das falésias de Bertí, acima do vale do Tenes, no município de Sant Quirze Safaja, na Catalunha, Espanha.
Nesta região, a água do Rio Tenes e, principalmente, de seu mais importante afluente, o Rio Rossinyol, com a ajuda das chuvas e das neves derretidas, esculpiram a rocha, construindo cavernas, pequenas piscinas naturais e cachoeiras. Estas águas, que nascem no planalto de Moianès, ao atingir a região do mosteiro, formam várias quedas, num desnível total de cerca de 300 metros. A seguir, abrem caminho entre as falésias do Vale do Fai em busca da planície de Vallesana.
Na imagem acima é possível ver, à esquerda do mosteiro, uma das piscinas (originalmente natural) no caminho das águas do Rio Rossinyol que seguem para a próxima queda.
As falésias de Bertí não dependeram de um fidalgo, foram construídas pela orogenia Alpina, durante o Paleoceno-Eoceno inferior. Elas marcam a fronteira entre a Serra do Pré-Litoral Catalão e a Bacia do Ebro, nas proximidades da Cordilheira Costeira Catalã. Estas falésias são constituídas por rochas sedimentares do Paleógeno e, na região, também são encontrados travertinos do Quaternário ainda em processo de formação.
Na parte superior das falésicas, ocorrem rochas cinzentas detríticas e carbonáticas de origem marinha. São arenitos com cimento calcário com ou sem níveis de microconglomerados, além de arenitos bioclásticos com cimento calcário e margas. A parte inferior é composta por rochas detríticas vermelhas de origem continental. São conglomerados, arenitos e folhelhos.
Conjuntos de diaclases verticais afetam todas estas rochas, produzindo importante controle estrutural do relevo e condicionando a circulação preferencial das águas superficiais e subterrâneas. Na região são encontradas feições associadas à tectônica de cavalgamento.
As falésias de Bertí constituem o limite biogeográfico entre as planície mediterrânea e a região montanhosa. Para completar a paisagem, na base delas, predominam matagais de estepes e urzes. Acima, nos planaltos que compõem a região de Moianès, há bosques de carvalhos, pinheiros escoceses e um bosque de faias de Sauva Negra.
(Crédito da imagem: SBA73 - fonte1 - fonte2 - fonte3 - fonte4)

Assuntos do dia
mineração, petróleo, mercado, fiscalização, energia alternativa, meio ambiente, paleontologia, terremotos, vulcanismo, tecnologia, ciência espacial, eventos e outros.

    Mineração
Plataformas de mineração do MME são contempladas com Selo da Modernização do Estado
    As plataformas são subsídio para estudos e trabalhos realizados por analistas do governo, técnicos, acadêmicos e pesquisadores.
    LEIA MAIS em www.gov.br


    Petróleo
Demanda por sondas de perfuração no setor offshore deve crescer até 2026


    Mercado
Mercado do petróleo

Mercado do cobre

Mercado do ferro

Mercado do ouro

Mercado da platina


    Fiscalização
PF apreende lancha e destrói balsa usada em garimpo ilegal no Amazonas
    (Por g1 AM) A embarcação tinha toda uma estrutura com eletrodoméstico e outros vestígios que apontavam que pessoas pretendiam permanecer nela por bastante tempo, de acordo com a Polícia Federal.
    LEIA MAIS em g1.globo.com


    Energia alternativa
Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) de incluir novas rotas tecnológicas para a produção de biodiesel no país
    (Por Luciana Ramalhao) O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) acredita que esta decisão é extremamente positiva para o setor de biocombustíveis, para o público e para a segurança energética.
    LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br

Brasil aposta em eólicas offshore para retomada da economia e da indústria a partir de recursos renováveis

Investimentos em energia eólica: Eurofarma firma parceria com Omega Energia para participação no parque eólico Assuruá 4, no estado da BA

Apolo Renováveis planeja arrendar até o final do ano centenas de terrenos entre 10 e 20 hectares

Fonte solar já soma 22 GW de potência instalada no Brasil


    Meio Ambiente
Gás carbônico encolhe a atmosfera da Terra e impacta a órbita de satélites
    (Por Rodilei Morais) O gás carbônico na alta atmosfera libera calor no espaço fazendo a atmosfera se contrair, trazendo sérias consequências para a órbita e lançamento de satélites.
    LEIA MAIS em www.terra.com.br


    Paleontologia
T-Rex pode ter sido 70% maior do que sabemos
    (Por Pedro Freitas) Embora essa criatura colossal tenha vivido muito antes de nossa existência nesse planeta, novas descobertas seguem surgindo para desafiar nossa concepção sobre esses animais pré-históricos.
    LEIA MAIS em www.megacurioso.com.br

Pela primeira vez, os cientistas simularam quão longe e rápido o impacto do asteroide Chicxulub
    Foram encontradas evidências para apoiar a versão simulada dos eventos no registro fóssil do asteroide que matou os dinossauros.
    LEIA MAIS em nerdist.com

Seca revela raro fóssil de leão americano no rio Mississippi

Escavado ninho de ovos de dinossauro de 80 milhões de anos


    Vulcanismo
Vulcão Popocatepetl

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Ebeko na Russia, Pavlof no Alasca, Fuego na Guatemala, Nevado del Ruiz na Colômbia, Sangay e Reventador no Equador e Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 22, dois nas Ilhas Kermadec, Nova Zelândia (ambos de 5,2 graus), nas Ilhas Salomão (5,2), na costa da Baixa Califórnia, México (6,2), e na região das Ilhas Sanduíche do Sul (5,4).
    Dia 23, no oeste da Turquia (6,1 graus), na região das Ilhas Sanduíche do Sul (5,0) e em Maule, Chile (5,0).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 22, três nas Ilhas Salomão (4,8, 3,7 e 4,9 graus), dois na região das ILhas Kermadec, Nova Zelândia (ambos de 4,9), nas Ilhas Izu, região do Japão (4,6), na costa leste de Kanchatka, Rússia (4,5), e na costa da Baixa Califórnia, México (4,5).
    Dia 23, na região das Ilhas Kermadec, Nova Zelândia (4,9 graus), no oeste da Turquia (4,5), em Mindanao, Filipinas (4,7), no sul do Peru (4,5), nas Ilhas Salomão (4,9), na costa da Nicarágua (4,8), em Tarija, Bolívia (4,5), e na dorsal Meso-Indiana (4,9).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Ciência espacial
Perseverance explora leito rochoso em Marte onde busca por sinais de vida

Vulcões violentos podem ter mudado o clima de Vênus
    (Por Flávia Andrade) A informação foi apontada em um novo estudo da NASA, o qual sugere que essas erupções com duração de centenas a milhares de séculos, ocorridas em um curto intervalo no tempo geológico, causaram um efeito estufa descontrolado que levou à transição de um clima úmido e temperado para outro quente e seco.
    LEIA MAIS em impactomais.com.br


    Tecnologia
Tecnologia inédita permite que paredes gerem energia elétrica renovável por meio de lâminas eólicas

Fungo comum acaba sendo uma maneira barata e eficaz de lidar com a poluição por mercúrio
    Pesquisadores da Universidade de Zhejiang e da Universidade de Maryland descobriram que o fungo Metarhizium robertsii remove o mercúrio do solo ao redor das raízes das plantas e da água doce e salgada.
    LEIA MAIS em www.mining.com


    Eventos
PodMinerar

Curso "Mineração para Jornalistas"

24ª Reunião Extraordinária Pública da Diretoria Colegiada
    A ANM vem a público informar a pauta desta reunião que ocorrerá de forma remota, no dia 28/11/2022 (segunda-feira), a partir das 09h30.
    LEIA MAIS em www.gov.br

Meio Ambiente e Mineração: Atualidades


    Extra
Edição de 2022 do Women in Mining do Reino Unido "100 Global Inspirational Women in Mining"

A mineração e a comunidade


Notícias em 22/11/2022

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *