Máscara e vacina:
Decisões individuais, efeito coletivo.

17 de junho de 2022

Notícias em 17/06/2022

Imagem em destaque

Montanhas Zagros
As montanhas Zagros formam um cinturão de rochas crustais deformadas que se estendem por mais de 1.500 km no Irã, de noroeste a sudeste, desde o leste da Turquia até o Golfo de Omã, fazendo parte da cadeia Alpino-Himalaia. Esta cadeia, presente em grande parte da Ásia e no Oriente Médio, configura um cinturão orogênico originado da colisão das placas tectônicas Africana, Árabe e Indiana com a placa Euro-Asiática. Sua história se inicia quando o Oceano Neo-Tethys era uma bacia oceânica estreita que acabou se fechando em uma zona de subducção. As montanhas Zagros resultaram, assim, na margem passiva do flanco nordeste da placa da Arábia quando do encontro desta sob a placa da Eurásia no final do Cretáceo e no início do Mioceno. Geraram-se tensões com extensos dobramentos e falhas de empurrão. Alguns deslizamentos da crosta oceânica, incluindo ofiolitos, foram abduzidos no topo da sequência sedimentar da plataforma continental. Neste contexto, as Montanhas Zagros se subdividiram em cinco cinturões tectônicos paralelos. Formaram-se anticlinais com leitos mais antigos nas suas porções centrais e picos que se elevam com altitudes entre 3.000 e 3.650 m. Lamitos e siltitos, menos resistentes, foram removidos pela erosão subsequente, permanecendo rochas calcárias e dolomíticas mais resistentes. Nas Montanhas Zagros, com esta erosão diferencial, produziram-se cristas lineares e vales paralelos. A complexa e longa orogenia iniciada no Paleozóico se mantém ativa atualmente. As placas tectônicas ainda estão se aproximando a uma taxa de cerca de 25 mm ao ano, fazendo com que as montanhas Zagros e o planalto iraniano continuem se elevando. Sucessões espessas de calcários marinhos rasos, dolomitos, siltitos, folhelhos e sais foram depositados na plataforma continental desde o Paleozóico até a era Cenozóica. Toda esta história geológica propiciou aprisionamento de petróleo com reserva globalmente significativa. Xistos ricos em carbono sofreram elevação de temperatura e pressão à medida que camadas sedimentares sucessivas foram se depositando sobre eles, viabilizando a produção de petróleo e gás em rochas-reservatório porosas presas nas anticlinais fortemente dobradas. Estes campos petrolíferos em Zagros se posicionaram alongados e paralelos aos dobradamentos. Para completar o cenário acima da superfície, grandes florestas de carvalhos escalam as encostas escarpadas, constituindo o coração endêmico da biodiversidade irano-anatólica. Espécies de mamíferos vagam pelos declives rochosos, incluindo leopardos persas, ursos pardos sírios, cabras selvagens das montanhas e hienas listradas, enquanto esquilos persas pulam entre os ramos dos carvalhos. Nem tudo, porém, é perfeito. Devido à perseguição étnica histórica, o povo curdo tem procurado refúgio em Zagros a ponto de ser conhecido, entre eles, o seguinte lema amargo: "nenhum amigo além das montanhas".
(Crédito da imagem: Ninara - fonte1 - fonte2 - fonte3)

Assuntos do dia
mineração, mercado, água, energia alternativa, meio ambiente, geologia, paleontologia, terremotos, vulcanismo, tecnologia, ciência espacial e eventos.

    Mineração
Kinross Brasil é referência global na gestão de frota CAT-793
    Resultado de um amplo trabalho de planejamento e melhoria, a mina em Paracatu (MG) alcança a melhor eficiência na utilização de caminhões fora de estrada em todo o grupo.
    LEIA MAIS em ibram.org.br


    Mercado
Mercado do petróleo
    EIA prevê crescimento da produção de combustíveis líquidos no Brasil, Canadá e China até 2023, contribuindo para o aumento da produção geral de petróleo não-OPEP.
    LEIA MAIS em www.eia.gov

Mercado do ferro

Mercado do cobre

Mercado do ouro


    Água
Água para geração de energia: como funciona uma hidrelétrica?


    Energia alternativa
Energia solar gera R$ 86,2 bilhões em investimentos e teve recorde de geração no Brasil

Governo do CE assina pré-contrato com a multinacional Fortescue para concretizar um Hub de Hidrogênio Verde


    Meio Ambiente
Desertificação - causas, exemplos e soluções
    Alguns dos fatores que contribuem para a desertificação são: uso inadequado de recursos florestais, em especial dos biomas cerrado e caatinga, práticas agropecuárias e manejo do solo de forma intensa e predatória, desmatamento e aspectos climáticos, como severas secas.
    LEIA MAIS em www.aguasustentavel.org.br


    Geologia
Lago recém-descoberto pode oferecer um vislumbre do passado da Antártida
    (Por Andrew J. Wight) Os sedimentos presos sob o Lago Snow Eagle podem revelar pistas sobre uma época em que a Antártida não tinha gelo – um período de tempo escassamente documentado há mais de 34 milhões de anos – bem como ciclos glaciais desde então.
    LEIA MAIS em eos.org


    Paleontologia
Pesquisadores brasileiros descobrem bicho-pau mais antigo do mundo
    (Por Nicolle Januzzi / Terra da Gente) Animal datado de cerca de 115 milhões de anos foi encontrado na região do Crato, no nordeste do Brasil.
    LEIA MAIS em g1.globo.com


    Vulcanismo
Vulcão Popocatepetl

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Lewotolo na Nova Zelândia, Krakatau e Dukono na Indonésia, Nevado del Ruiz na Colômbia, Sangay e Reventador no Equador e Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 16, em Shikoku, Japão (5,0 graus), na região das Ilhas Cayman (5,0) e no norte de Xinjiang, China (5,0).
    Dia 17, na região de Hindu Kush, Afeganistão (5,1 graus), e na região de Anguilla, Ilhas Leeward (5,1).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 16, na costa oeste de Sumatra do Norte (3,8 graus) e na região das Ilhas Cayman (4,5).
    Dia 17, na Costa Rica (4,7 graus), na região de Fiji (4,7), na região de Bougainville, Papua Nova Guiné (4,8), na região de Hindu Kush, Afeganistão (4,8), na costa leste de Honshu, Japão (4,9), e em Kepulauan Babar, Indonésia (4,8).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Ciência espacial
Gemini Planet Imager detecta discos protoplanetários em torno de estrelas jovens

Complexidade incrivelmente grande em uma galáxia formada logo após a criação do universo
    A galáxia A1689-zD1 está localizada a cerca de 13 bilhões de anos-luz da Terra. Isso significa que a vemos agora como era cerca de 13 bilhões de anos atrás, apenas cerca de 700 milhões de anos após o Big Bang.
    LEIA MAIS em noticiasdelaciencia.com

Detectado buraco negro solitário circulando pela nossa galáxia
    Detectar um buraco negro que não tem estrelas companheiras visíveis e que circunda a periferia galáctica em vez do centro é muito mais difícil.
    LEIA MAIS em noticiasdelaciencia.com


    Tecnologia
Enovix desenvolve bateria para carros elétricos que atinge uma carga completa em menos de 10 minutos

Tecnologia da UESB pode substituir gás de cozinha por cascas de mandioca
    (Por Valdemar Medeiros) Este biogás é produzido mais rápido, em maior volume e com maior concentração de metano. Pode ajudar famílias de baixa renda.
    LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br

Primeira turbina a gás movida a hidrogênio puro do mundo desenvolvida por pesquisadores noruegueses


    Eventos
Webinar "EUA-China: rivalidade e competição na ordem global"
    Este evento realizado ontem (15/06) pelo CEBRI teve o objetivo de promover o lançamento da 2ª edição da CEBRI - Revista.
    LEIA MAIS em ibram.org.br

Nona edição do ranking mineiro
    Alcoa é a terceira Melhor Empresa para Trabalhar em MG. Este evento teve a participação de 186 empresas e a Alcoa figurou em terceiro lugar entre as de grande porte.
    LEIA MAIS em ibram.org.br

IX GEO Políticas: mineração, petróleo e geoconservação
    Realizado pelas entidades de Geologia no Brasil, este evento será realizado nos dias 28 e 29 de junho em Rio Claro (SP) e no dia 30 de junho no Rio de Janeiro (RJ).
    LEIA MAIS em www.febrageo.org.br

Pará: Oportunidades de investimento no setor mineral

Live "Entenda a relação entre água subterrânea e o desmatamento"


Notícias em 16/06/2022

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *