31 de dezembro de 2018

Retrospectiva 2018 - Arqueologia


Imagem em destaque
Vista aérea de Tombs of the Nobles
Região, no Egito, próxima ao local onde a primeira missão arqueológica brasileira revelou estátuas, múmias e sarcófagos.
(Crédito da imagem: Raimond Spekking)

Principais notícias sobre Arqueologia no ano de 2018

Arqueologia


Fevereiro:
Maias em 3D
São descobertas mais de 60 mil novas ruínas maias com imagens 3D no norte da Guatemala.

Março:
Vestígios pré-hispânicos
São encontrados vestígios pré-hispânicos no vulcão mexicano Pico de Orizaba

Abril:
Tesouro de rei, ossada de grão-mestre e esqueletos de massacre
É descoberto na Alemanha tesouro de um rei da Dinamarca.
Ossada de suposto grão-mestre templário é analisada por arqueólogos italianos.
São descobertos esqueletos de massacre ocorrido no século 5 em vilarejo da Suécia.

Maio:
Artefatos de 48 mil anos, ferramentas de neandertais e múmia de mil anos
São encontrados artefatos de mais de 48 mil anos revelando primeiros sinais do homem moderno no Quênia.
São descobertas ferramentas de madeira de neandertais na Espanha.
É encontrada múmia de mil anos no Peru. 

Julho:
Odisseia, templo escondido, hominídeos fora da África, esqueletos de vikings e cemitério medieval
É encontrada na Grécia a versão escrita mais antiga da Odisseia.
Terremoto revela templo escondido em pirâmide construída há centenas de anos no México.
Artefatos de pedra são descobertos na China e sugerem que houve hominídeos fora da África já há 2,1 milhões de anos.
Esqueletos de descendentes de vikings são descobertos na Itália.
Cemitério medieval com pelo menos 20 corpos é encontrado em Lisboa.

Agosto:
Híbrido de neandertal com denisovano, vila romana e urnas funerárias
É descoberto fóssil de híbrido de neandertal com denisovano na Sibéria.
É encontrada, na Inglaterra, vila romana do tamanho do Palácio de Buckingham.
Urnas funerárias de 500 anos são encontradas na Amazônia.

Setembro:
Fábrica de queijo e cemitério
É encontrada fábrica de queijo de 7,2 mil anos, na Croácia.
É descoberto cemitério de mais de 4 mil anos, no Egito.

Outubro:
Inscrição, navios e múmia com tatuagens
É encontrada em Jerusalém pedra de 2 mil anos com inscrição "Jerusalém" (em hebraico).
É encontrado um navio viking enterrado na Noruega.
Navio mais antigo do mundo é encontrado em bom estado no mar Negro.
É desvendada identidade de múmia egípcia com tatuagens de 3 mil anos.

Novembro:
Desenho antigo, peças históricas, canivete suíço, esqueletos com tesouros, pinturas de astronomia e tumbas com múmias
É descoberto o mais antigo desenho de um animal.
Trabalho de arqueologia na praça da Matriz, em Manaus, AM, revela mais de 3,5 mil peças históricas.
É encontrado "canivete suíço" de 170 mil anos na China.
São encontrados esqueletos de 1,6 mil anos ao lado de "tesouros".
Pinturas de 40 mil anos, encontradas em cavernas da Turquia, da Espanha, da França e da Alemanha revelam conhecimentos de astronomia.
Mais de 10 tumbas com múmias são  encontradas no Egito.

Dezembro:
Missão brasileira no Egito, templo milenar e guerreiro azarado
Primeira missão arqueológica brasileira em tumba egípcia revela estátuas, múmias e sarcófagos.
É encontrado templo milenar semelhante a pirâmide na Indonésia.
Esqueleto de guerreiro morto "duas vezes" é encontrado na Inglaterra.


Voltar à Retrospectiva 2018

Nenhum comentário:


Publicação em destaque


Minério de Ferro: produção em crise

Por Marco Gonzalez O mercado global de minério de ferro está sob  pressão  devido a um choque na oferta, depois do rompimento da barragem ...

Seguir por e-mail