8 de novembro de 2022

Notícias em 08/11/2022

Imagem em destaque

Three Sisters
As Três Irmãs, localizadas na escarpa norte do Vale Jamison, nas proximidades do mirante Echo Point, fazem parte do Parque Nacional das Montanhas Azuis de Nova Gales do Sul. Estão próximas também à cidade de Katoomba, no sudeste da Austrália. Cada "irmã" recebe um nome (da esquerda para a direita na imagem acima): Meehni (922 m de altitude), Wimlah (918 m) e Gunnedoo (906 m).
As Montanhas Azuis eram chamadas de "Montanhas Carmarthen" ou de "Montanhas Landsdowne", mas uma neblina azul que às vezes é vista ao redor delas logo lhe deram o nome definitivo.
Durante o Siluriano e o Devoniano, a região das atuais Montanhas Azuis estava no fundo do mar e recebeu grande carga de sedimentos. No Devoniano Superior, os sedimentos já estavam sendo depositados em ambientes mais rasos. Eles acabaram se transformando em folhelhos e arenitos. No Carbonífero, houve soerguimento que expôs estas rochas. Então, os córregos que desaguavam neste mar raso da Bacia de Sydney carregavam enormes quantidades de sedimentos que se transformaram em leitos rochosos de folhelhos, siltitos e lamitos. Em áreas pantanosas ao redor das margens desta bacia, vegetação morta foi enterrada com o sedimento e acabou produzindo camadas de carvão, conhecidas como Illawarra Coal Measures. Durante o Triássico, rios volumosos começaram a despejar grandes quantidades de areia sobre os folhelhos, soterrando-os. Formaram-se, assim, os arenitos Narraben. Na sequência, novos sedimentos arenosos foram depositados e vieram a se transformar nos arenitos Hawkesbury. Há cerca de 170 milhões de anos, houve mais um soerguimento, com deformação das rochas, produzindo falhamentos e dobras. Já se iniciava a formação do platô que constituiria as Montanhas Azuis. A partir de 150 milhões de anos, ocorreram atividades vulcânicas que produziram uma série de necks, com o magma fluindo pelas rachaduras dos arenitos e folhelhos existentes. Mais recentemente, derrames de lavas basálticas se espalharam pela região. O platô das Montanhas Azuis foi dissecado, surgindo vales profundos e desfiladeiros esculpidos por ação de vento, chuva e alteração de temperatura. Assim se destacaram os picos mais resistentes e, dentre eles, Three Sisters. Estas formações rochosas e outras semelhantes nas Montanhas Azuis devem seus formatos pontiagudos principalmente ao padrão de junções verticalizadas do arenito Hawkesbury. A quantidade de ferro em algumas camadas, tornando-as mais resistentes à erosão, também colaboram para a forma final.
Three Sisters desempenham importante papel na história dos aborígenes da região, contribuindo para diversas lendas. Conta uma destas lendas que as irmãs Meehni, Wimlah e Gunnedoo se apaixonaram por três irmãos de uma tribo vizinha. Como havia uma lei tribal que proibia esta paixão, os três irmãos tiveram a ideia de raptar as irmãs para fazê-las sua noivas. O que conseguiram foi iniciar uma grande guerra entre as duas tribos. Para evitar a união proibida, o feiticeiro da tribo das irmãs decidiu transformá-las em pedras. O plano era reverter o feitiço posteriormente, mas o feiticeiro não teve tempo para isto, pois foi morto em uma das batalha. Como consequência, as irmãs continuam como pedras até hoje.
Em 2014, Three Sisters foram declaradas "Lugar Aborígene" na Área de Patrimônio Mundial das Montanhas Azuis. Esta declaração é um reconhecimento ao significado cultural, social e histórico para a comunidade aborígine local.
(Crédito da imagem: Diliff - fonte1 - fonte2 - fonte3 - fonte4 - fonte5 - fonte6)

Assuntos do dia
mineração, petróleo, mercado, energia alternativa, meio ambiente, geologia, paleontologia, terremotos, vulcanismo, ciência espacial, eventos e outros.

    Mineração
Sistema de monitoramento online da Anglo American é reforçado
    A empresa busca mais segurança operacional e integridade do mineroduto responsável pelo transporte de minério de ferro do empreendimento Minas-Rio.
    LEIA MAIS em ibram.org.br


    Petróleo
Setor de petróleo e gás brasileiro vai trazer técnica inédita de exploração, aprendida durante evento sobre Vaca Muerta da Argentina

Enauta anuncia paralisação de mais um poço no Campo de Atlanta


    Mercado
Mercado do petróleo

Mercado do cobre

Mercado do ferro

Mercado do ouro


    Energia alternativa
Complexo de Energia Solar entra em operação no PI
    Após investimento de R$ 840 milhões este complexo na região de Caldeirão Grande entrou em operação comercial para atender mais de 280 mil famílias.
    LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br

Compagas lança primeira chamada pública para receber biometano


    Meio Ambiente
Licenciamento ambiental

Acabar já com combustíveis fósseis significa matar o mundo de fome
    As alterações climáticas são um dos temas mais sérios e urgentes para toda a humanidade. Mas o caminho para se chegar à tão ambicionada meta das emissões zero é muito, muito difícil.
    LEIA MAIS em magg.sapo.pt


    Geologia
Uma queda global no oxigênio desencadeou a primeira extinção em massa
    (Por Europa Press) Novo estudo de geobiólogos da Virginia Tech atribui a primeira extinção em massa conhecida de animais ao declínio da disponibilidade global de oxigênio.
    LEIA MAIS em www.notimerica.com


    Paleontologia
Réptil que conviveu com os primeiros dinossauros é descoberto no RS
    Fóssil foi encontrado em rochas de cerca de 230 milhões de anos e pertence à espécie inédita de um grupo de animais primitivos semelhantes a jacarés e crocodilos.
    LEIA MAIS em revistagalileu.globo.com

Os primeiros animais a desenvolver esqueleto
    (Por Julio Batista) Antes da vida na Terra explodir em diversidade há cerca de 540 milhões de anos, os primeiros esqueletos de animais primitivos já estavam começando a se formar.
    LEIA MAIS em universoracionalista.org


    Vulcanismo
Vulcão Popocatepetl

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Shiveluch na Rússia, Suwanose-Jima no Japão, Fuego na Guatemala, Sangay no Equador e Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 07, na costa leste de Kachatka, Rússia (5,0 graus).
    Dia 08, na região de Vanuatu (5,2 graus), na região metropolitana do Chile (5,0) e na região de Cuba (5,1).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 07, na região de Bougainville, Papua Nova Guiné (4,5 graus), no sul das Ilhas Fiji (4,5), nas Ilhas Ryukyu, Japão (4,5), e na região as Ilhas Sanduíche do Sul (4,6).
    Dia 08, nas Ilhas Fox, Alasca (4,5 graus), em Salta, Argentina (4,5), na Mar de Banda (4,5), na dorsal de Reykjanes (4,8), em Myanmar (4,6), em Tonga (4,5) e no sul das Ilhas Kermadec, Nova Zelândia (4,7).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Ciência espacial
Novas evidências indicam que havia um grande oceano em Marte
    (Por Diego Sousa) Já é sabido que há bilhões de anos a superfície de Marte continha água, mas ainda é discutido entre os cientistas se Marte abrigava um oceano.
    LEIA MAIS em www.istoedinheiro.com.br

Ruínas de 10 bilhões de anos de planeta parecido com a Terra encontradas em torno de estrela próxima
    (Por Michael Irving) É fácil esquecer nosso lugar no universo, mas os planetas nasceram, viveram e morreram muito antes da Terra existir.
    LEIA MAIS em newatlas.com

Migração planetária precoce pode explicar planetas desaparecidos


    Eventos
1ª Reunião de Revisão das Normas ABNT 13.028 e 13.029

Mining Hub finaliza oitavo ciclo do M-Start
    É o programa de inovação que busca solucionar desafios comuns da mineração. No dia 23 de novembro, o Mining Hub realizará o Demoday do M-Start Ciclo 8.
    LEIA MAIS em ibram.org.br

(Geo)science Happy Hour da SBGf

Rio Innovation Week

Vale: Assembleia Geral Extraordinária 2022

ANM: Consulta Pública nº 3/2022

COP27
    Brasil será porto seguro de investidores em energia eólica offshore nos próximos anos. A COP27 trouxe discussões importantes sobre o papel nacional na transição energética.
    LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br


    Extra
Espeleoturismo: no Brasil há cerca de 22.623 cavernas categorizadas no ICMBio
    MG possui 10.570 cavernas, representando 46,72% do total existente no país. Em seguida, estão o Pará com 2.858 (12,63%) e a Bahia com 1.694 (7,49%).
    LEIA MAIS em www.aquiacontece.com.br


Notícias em 07/11/2022

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *