Máscara e vacina:
Decisões individuais, efeito coletivo.

17 de julho de 2022

Notícias em 17/07/2022

Imagem em destaque

Pico de Ana Ferreira
Esta formação rochosa faz parte de uma antiga pedreira localizada em Porto Santo, uma ilha do Arquipélago da Madeira, 1.010 km a sudoeste de Portugal. A Ilha do Porto Santo foi formada durante o Mioceno por lavas basálticas que foram cortadas por volumosas intrusões e diques. Eles configuram a maioria das cristas e elevações da ilha, que sofreu forte erosão, restando somente um terço da sua superfície original. Quem viveu alguns anos neste cenário, na Ilha do Porto Santo, foi Cristóvão Colombo (1451-1506), onde planejou sua viagem de descoberta da América. Dizem que, atualmente em noites iluminadas pela Lua, o navegador é visto a passear na praia vagueando sobre as areias douradas. Vez por outra ele para e lança seu olhar em direção ao horizonte. Ao nascer do sol, sua figura se dissipa. O que não se dissipa é o Pico de Ana Ferreira, com seus 1.100 m de extensão e 288 m de altitude. Ele corresponde a um relevo residual, resultado da erosão diferencial que atuou sobre um dique de mugearito. Esta rocha é um traquiandesito basáltico do Mioceno Médio, com 12,7-12,5 milhões de anos, que se formou a partir de um magma de composição intermediária localizado abaixo da atual crista. As rochas encaixantes foram facilmente erodidas. Elas correspondem a depósitos vulcanoclásticos submarinos (hialoclastitos) e lavas submarinas pertencentes à Unidade Inferior (fase de montanha submarina). A disjunção prismática do Pico de Ana Ferreira faz com que ele se apresente com colunas de seção principalmente hexagonais ou pentagonais. Estas estruturas, de cor cinza clara, foram originadas pelas tensões de contração produzidas durante o lento resfriamento do magma no interior do conduto vulcânico. Contracenando com isto tudo, há uma flora tipicamente macaronésia. Esta palavra vem do grego através da junção de makáron ("felicidade") com nésoi ("ilhas") e se refere à área biogeográfica constituída pelos arquipélagos de Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde. Em Porto Santo é encontrada uma cobertura herbácea dominada por plantas anuais e bienais xerófilas. Quanto à fauna, são encontradas lagartixas (Teira dugesii) e tarântulas (Hogna schmitzi), além de cagarras (Calonectris diomedea borealis), roque-de-castro (Oceanodroma castro), alma-negra (Bulweria bulwerii) e pintainho (Puffinus assimilis).
(Crédito da imagem: Rui S. Marcos - fonte1 - fonte2 - fonte3 - fonte4 - fonte5 - fonte6)

Assuntos do dia
mercado, fiscalização, energia alternativa, meio ambiente, paleontologia, terremotos, vulcanismo e outros.

    Mercado
Mercado do cobre

Mercado do níquel


    Fiscalização
PF mira compra de ouro yanomami por grupo que movimentou R$ 16 bilhões no PA
    Investigadores suspeitam que empresário use um garimpo nas proximidades de Itaituba para "esquentar" minério retirado de território yanomami.
    LEIA MAIS em folhabv.com.br


    Energia alternativa
Novos investimentos em energia renovável estão previstos na cidade de Macaé


    Meio Ambiente
Brasil lançará sistema de monitoramento do Oceano Atlântico


    Paleontologia
Vespa, flor e mosca em âmbar de 30 milhões de anos

Redescrição do arcossauriforme Proterochampsa nodosa, animal predador do Triássico Superior do RS


    Vulcanismo
Vulcão Turrialba

Vulcão Popocaepetl

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Karymsky e Shiveluch na Rússia, Sakurajima e Suwanose-Jima no Japão, Krakatau na Indonésia, Fuego na Guatemala, Sangay e Reventador no Equador e Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 16, dois no sul das Ilhas Kermadec, Nova Zelândia (5,2 e 5,3 graus).
    Dia 17, no sul de Java, Indonésia (5,1 graus), e em Sulawesi, Indonésia (5,2).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 16, na fronteira Myanman-Índia (4,6 graus) e em Bio-Bio, Chile (4,5).
    Dia 17, na região da Martinica (4,5 graus), dois no sul da África (4,5 e 4,8), no leste do Irã (4,5), na região Mauritius-Reunión (4,7), nas Ilhas Shetland do Sul (4,9) e na costa leste de Honshu, Japão (4,6).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Extra
A guerra na Ucrânia
    (Por AFP) Donos de navios na Europa correm para transferir óleo russo antes de sanções que entram em vigor em 5 de dezembro e proíbem embarques de petróleo russo para a Europa.
    LEIA MAIS em www.jornaldocomercio.com


Notícias em 16/07/2022

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *