Máscara e vacina:
Decisões individuais, efeito coletivo.

12 de fevereiro de 2022

Notícias em 12/02/2022

Assuntos do dia:
mineração, petróleo, produção, mercado, energia alternativa, paleontologia, terremotos, vulcanismo, ciência espacial e outros.

Morro do Couto
O Morro do Couto fica no RJ, na Serra das Prateleiras, integrado ao Parque Nacional de Itatiaia. Com 2.680 metros de altitude, é o segundo ponto mais alto do Parque Nacional do Itatiaia, o segundo ponto culminante do estado do RJ e a nona (ainda não oficializado pelo IBGE) montanha mais alta do país. Seu nome original é "Morro do Coito" e advém da época da colonização, quando os escravos das fazendas da região fugiam de seus donos e se "acoitavam" (escondiam-se) nesta montanha. Do seu topo, é possível visualizar o Vale do Paraíba, a Serrilha dos Cristais, o Pico das Agulhas Negras, a Asa de Hermes e as Prateleiras. Nele, é marcante a presença de blocos com esfoliação esferoidal devido provavelmente a uma mudança claramente textural e litológica das rochas alcalinas do Itatiaia. Com uma textura mais granítica nos sienitos, o fenômeno da esfoliação parece muito mais comum no Morro do Couto. Nos blocos e afloramentos, é possível notar a relação dos vegetais inferiores (briófitas) no processo de desagregação. Estes vegetais estão quase sempre associados às fraturas e descontinuidades, locais de maior concentração de fluxo de água, já que dependem diretamente da umidade para sua reprodução. Quando as temperaturas ultrapassam o ponto de congelamento, a água retida nestes vegetais aumenta de volume e, como uma cunha, separa os dois lados das descontinuidades. Este processo desagrega e individualiza completamente os blocos. É possível também encontrar marmitas, que formam depressões em calota preenchidas por água e matéria orgânica. Algumas delas apresentam, inclusive pequenas larvas de organismos aquáticos.
(Crédito da imagem: Nando Bomfim - fonte1 - fonte2 - fonte3)

    Mineração
ArcelorMittal anuncia o investimento de R$ 1,3 bilhão na unidade de Barra Mansa, RS
    Há apenas três meses a empresa havia anunciado outro investimentos da ordem de R$ 4,3 bilhões no Brasil.
    LEIA MAIS em ibram.org.br


    Petróleo
Produção de petróleo tem alta de 2,23% no RN
    (Por Cláudio Oliveira) As duas maiores operadoras de Petróleo no RN, que adquiriram os campos maduros no programa de desinvestimentos da Petrobras, registraram aumento na produção de petróleo e gás entre novembro/21 e janeiro/22.
    LEIA MAIS em www.tribunadonorte.com.br

Petrobras inicia testes operacionais no Gaslub
    O Polo GasLub, em Itaboraí, no estado do RJ, começará a receber ainda este ano gás natural do Pré-Sal, etapa importante para a entrada em operação da Unidade de Processamento de Gás natural (UPGN).
    LEIA MAIS em petrobras.com.br

Eneva fez novos movimentos em seu intenso programa exploratório na Bacia do Parnaíba


    Produção
Lundin Mining: Recorde no processamento de cobre e ouro em Chapada


    Mercado
Mercado do petróleo

Mercado do cobre

Mercado do ouro

Mercado do minério de ferro

Mercado do lítio
    Os preços a curto prazo do lítio nos mercados chineses mostraram ganhos substanciais na primeira semana após o feriado do Ano Novo Lunar no leste da Ásia.
    LEIA MAIS em www.mining.com


    Energia alternativa
Geração distribuída: empresa Copel aprova instalação de sistemas de auto-geração no Paraná

Alerj aprova PL que facilita o financiamento e aquisição de serviços de energia solar por servidores ativos e inativos, militares e pensionistas do RJ

Ministério da Infraestrutura apresenta plano de investimentos para o setor de energia renovável pensando em competitividade e geração de empregos no Brasil
    (Por Valdemar Medeiros) Diversos nichos serão criados a partir do grande avanço das tecnologias de geração de energia limpa, como a geração de energia eólica e energia solar.
    LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br

Compagás, do PR, estimula a produção de biogás e biometano


    Paleontologia
Fóssil escavado na Tanzânia ajuda a entender evolução dos crocodilos
    Com mais de 5 metros de comprimento, pesquisadores acreditam que Mambawakale ruhuhu é o animal mais antigo já descoberto da linhagem desses répteis.
    LEIA MAIS em revistagalileu.globo.com


    Vulcanismo
Vulcão Etna

Vulcão Popocatepetl

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Suwanose-Jima no Japão, Lewotolo e Semeru na Indonésia, Yasur em Vanuatu, Fuego na Guatemala, Sangay no Equador e Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Sismo no CE

Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 11, na costa norte de Nova Guiné, Papua Nova Guiné (5,4 graus), e na região de Taiwan (5,5).
    Dia 12, na região da Ilhas Batan, FIlipinas (5,2 graus), nas Ilhas Salomão (5,0) e na costa norte de Nova Guiné, Papua Nova Guiné (5,0).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 11, nas Ilhas Kuril (4,8 graus), três na região de Taiwan (4,9, 4,5 e 4,5), na costa norte de Nova Guiné, Papua Nova Guiné (4,6), em Mindanao, Filipinas (4,9), em Myanmar (4,9) e em Vanuatu (4,9).
    Dia 12, na região de Taiwan (4,5 graus), na costa de Guerrero, México (4,6), na região de Tonga (4,9) e em Kepulauan, Indonésia (4,6).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Ciência espacial
Catálogo com 24 milhões de estrelas revela histórico químico da Via Láctea
    (Por Rafael Arbulu) Um time internacional de pesquisadores, contemplando a Universidade de Notre Dame, na França, e colaboradores na China e Austrália, publicou em estudo um novo catálogo de amostras com mais de 24 milhões de estrelas.
    LEIA MAIS em olhardigital.com.br


    Extra
Geoparque Caçapava: o novo aspirante ao selo da Unesco
    O ano de 2021 foi marcado pela evolução dos trabalhos de geoparques no Brasil. Tanto os aspirantes Caminhos dos Cânions do Sul (RS/SC) e Seridó (RN) estão a uma etapa de entrar para a Rede Global de Geoparques (GGN) da UNESCO.
    LEIA MAIS em www.cprm.gov.br

Repensando a busca pelas origens da vida
    As condições da Terra primitiva e a química que levou à vida estavam inextricavelmente interligadas. Cientistas da Terra e químicos prebióticos estão trabalhando juntos em novas maneiras de entender como a vida surgiu.
    LEIA MAIS em eos.org


Notícias em 11/02/2022

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *