Máscara e vacina:
Decisões individuais, efeito coletivo.

3 de agosto de 2022

Notícias em 03/08/2022

Imagem em destaque

Gruta do Janelão
Esta gruta se situa no Cânion do Rio Peruaçu, que está localizado no norte de MG. Faz parte do Parque Nacional do Peruaçu, que tem uma área de 12 mil km² e cerca de 60 sítios de ocupação pré-histórica e de arte rupestre. Há vestígios de ocupação humana de cerca de 11 mil anos, incluindo fogueiras, ossos de animais e instrumentos de pedra. O Rio Peruaçu é um afluente do Rio São Francisco e tem seu nome associado aos indígenas Xacriabá, significando "buraco grande" ("Peru" = "buraco" e "açu" = "grande"). As primeiras referências destas grutas são encontradas em publicação do IBGE de 1939. Elas estão situadas no Planalto Cárstico do São Francisco, onde ocorrem sequências supracrustais carbonatadas (dolomitos e calcários) do Grupo Bambuí. O rio Peruaçu, constituindo um típico ambiente de fluviocarste, apresenta sumidouros e ressurgências e amplas cavernas de dissolução e de abatimento. A Gruta do Janelão (imagem acima), a maior caverna do cânion, está localizada no último segmento subterrâneo do rio Peruaçu. Tem 4.740 m de extensão horizontal, 176 m de desnível e setores com mais de 100 m de altura em sua galeria principal. Seu nome vem das claraboias naturais que se abriram na primeira metade da caverna. Há formação de pequenas florestas em seu interior, além de variados tipos de espeleotemas e formações delicadas, como travertinos, ninhos de pérolas, helictites, couve flor e escorrimentos. Várias espécies ameaçadas de extinção vivem na região do parque, como o lobo-guará, o gato-maracajá, o gato-palheiro, a onça-pintada, o jacu de barriga castanha, o cara-dourada, a onça parda e o cambeva.
(Crédito da imagem: Patricia Carluccio - fonte1 - fonte2 - fonte3)

Assuntos do dia
projeto, mineração, petróleo, produção, mercado, fiscalização, paleontologia, terremotos, vulcanismo, tecnologia, ciência espacial, eventos e outros.

    Projeto
Bravo capta US$ 40,25 milhões para projeto em Carajás
    O Projeto Luanga consiste do grupo de metais da platina (paládio + platina + ródio) + ouro + níquel (PGM+Au+Ni), e já conta com 42 perfurações a diamante.
    LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br


    Mineração
Vale: Investimentos de US$ 1,3 bilhão no trimestre
    Aumento de US$ 157 milhões deve-se aos avanços nas obras de construção e aquisição de equipamentos nos projetos Sol do Cerrado, Salobo III e VBME.
    LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br

Mineraçãoo ilegal é crime
    (Por Tomás de Paula Pessoa) O debate sobre o mercado de Minas e Energia passa, essencialmente, por investimentos em infraestrutura básica e revisão de normativos que garantam segurança jurídica. Todos sabem que não é mais possível adiar essa discussão em um país que precisa sustentar uma economia que, até então, se baseia em consumo.
    LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br


    Petróleo
5ª versão do Programa de Capacitação Tecnológica em Águas Profundas (PROCAP 5.0)

ABESPetro prevê criação de 500 mil empregos até 2025 na indústria de óleo e gás


    Produção
Yamana Gold: Jacobina produziu 49.662 onças no trimestre

Nexa: O melhor resultado trimestral da história

Kinross: Produção cresce 19% no segundo trimestre

Anglo American: Ebitda de US$ 8,7 bilhões no primeiro semestre

Lundin Mining: Guidance de 2022 é revisto para baixo


    Mercado
Mercado do petróleo

Mercado do cobre, do chumbo e do zinco
    Cobre fecha em queda, em meio a tensões geopolíticas entre China e EUA. A tonelada do alumíniodo chumbo perdia 0,73%; enquanto a do a do zinco se desvalorizava 2,70%.
    LEIA MAIS em einvestidor.estadao.com.br


    Fiscalização
Levantamento por satélite aponta 1.269 pistas clandestinas a serviço do garimpo na Amazônia
    (Por Manuela Andreoni, The New York Times - Boa Vista) Investigação do New York Times realizada sobre dados do ano passado revela uso de pistas de aterrissagem dentro da floresta, um quarto delas a menos de 20 km de pontos de mineração ilegais.
    LEIA MAIS em oglobo.globo.com


    Paleontologia
Cérebro humano está há 160 mil anos praticamente estagnado
    Estudo publicado na revista científica PNAS sugere que a caixa craniana teria mudado e causado essa falsa sensação devido a dieta e estilo de vida adotados no passado.
    LEIA MAIS em plantaodoslagos.com.br


    Vulcanismo
Vulcão Mauna Loa
    Cientistas tentam prever quando este vulcão, o maior vulcão ativo do mundo entrará em erupção. Pesquisadores mapearam mudanças no solo por GPS e dados de satélite para prever atividade do Mauna Loa, no Havaí.
    LEIA MAIS em epocanegocios.globo.com

Vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha'apai
    Este vulcão próximo a Tonga enviou toneladas de água para a estratosfera. Isso poderia aquecer a Terra.
    LEIA MAIS em www.npr.org

Vulcão Popocatepetl

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Fagradalsfjall, Grímsvötn e Krísuvík na Islândia, Karymsky, Shiveluch e Ebeko na Rússia, Sakurajima e Suwanose-Jima no Japão, Taal nas Filipinas, Krakatau e Semeru na Indonésia, Fuego na Guatemala, Nevado del Ruiz na Colômbia, Sangay e Reventador no Equador e Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Observações em nanoescala simplificam como os cientistas descrevem o movimento do terremoto
    (Por Universidade de Illinois em Urbana-Champaign) O uso de cristais de calcita simples com rugosidade de superfície variável permite que os engenheiros simplifiquem a física complexa que descreve o movimento da falha. Os pesquisadores agora mostram como essa simplificação pode levar a uma melhor previsão de terremotos.
    LEIA MAIS em www.sciencedaily.com

Sismos mundiais com 5,0 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 02, em Mindanao, Filipinas (5,4 graus), e na região de Fiji (5,6).
    Dia 03, na região das Ilhas Kermadec, Nova Zelândia (5,4 graus).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 02, na costa leste de Honshu, Japão (4,7 graus).
    Dia 03, na região central do Peru (4,6 graus), na região de Timor (4,9), dois na região de Nias, Indonésia (4,7 e 4,5), no sul do Oceano Índico (4,8), e em Minahasa, Indonésia (4,7).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Ciência espacial
Novo telescópio irá detectar radiação de mais alta energia produzida no Universo
    (Por Elton Alisson / Agência Fapesp) Os pesquisadores brasileiros vêm participando de todas as etapas de construção do primeiro telescópio, apoiados pela Fapesp.
    LEIA MAIS em www.progresso.com.br

Novas rajadas de rádio que desafiam a física no espaço deixam os astrônomos atordoados
    Os cientistas observaram uma série de grandes objetos emissores de ondas de rádio de baixa frequência a cerca de 800 milhões de anos-luz de distância, que eles disseram parecer "desafiar" as leis da física.
    LEIA MAIS em g7.news

Planetas feitos de matéria escura podem ter explodido, e podemos vê-los
    (Por Paul Sutter) Uma grande fração da matéria escura pode estar presa dentro de bolas apertadas do tamanho de Netuno – os chamados planetas de matéria escura.
    LEIA MAIS em www.space.com

Planeta 9 está ficando sem lugares para se esconder
    Qualquer coisa grande e razoavelmente perto do Sol seria facilmente detectada. Mas não podemos descartar um mundo menor e mais distante, como o hipotético Planeta 9.
    LEIA MAIS em www.universetoday.com


    Tecnologia
Inaugurada a primeira usina solar do mundo com painéis de grafeno-perovskita


    Eventos
7ª edição da Conferência Brasil-Alemanha de Mineração

Comitiva brasileira visita os EUA para debates e intercâmbios sobre tendências do setor nuclear

Evento online do BNDES e da EMBRAPII

M&T Expo – Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração


    Extra
A guerra a Ucrânia


Notícias em 02/08/2022

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *