1 de outubro de 2017

Será?! Definições indefinitivas (parte II)

Por: Zelaznog Ocram.


Procedimentos iniciais para coqueificação (quadro de Edgar Degas - em Wikimedia Commons)

É preciso tomar muito cuidado com termos e expressões (e suas respectivas definições) que rolam nas áreas de geologia e mineração. 

Por exemplo, acredita-se que santo do pau oco teve origem no período colonial, quando os impostos sobre o minério eram altíssimos e, para sonegar, os garimpeiros usavam imagens de santos de madeira oca e, lá dentro, escondiam o ouro, os metais e as pedras preciosas. Não, esta é apenas uma expressão erótica

Há outros exemplos...


A expressão lavar a égua não surgiu em Minas Gerais, no século XVIII, quando os donos de garimpo transportavam o ouro em pó e as pepitas de ouro no lombo dos cavalos. Dizem que os escravos, depois de lavar as éguas (por que os cavalos não?), ficavam dissimuladamente com o restante do ouro extraído dos lombos lavados. Não, esta expressão teve outra origem: o turfe.

Da mesma forma, quinto dos infernos é outra expressão que alguns imaginam que tenha sido cunhada na área da mineração. A Coroa portuguesa cobrava um imposto chamado quinto sobre o ouro produzido. Este imposto era muito querido pelos donos das minas de ouro, como poderia ter recebido aquele apelido tão pouco carinhoso? Não, esta é somente uma expressão religiosa

A expressão dar com os burros n'água dizem que vem também do período do Brasil Colonial, quando a produção de ouro (e outras commodities) era escoada em burros e mulas. Muitas vezes, em caminhos alagados, imaginam que os coitados morriam afogados. Das mulas não se tem notícia? Nem das éguas que eram lavadas? Não, esta expressão está associada à erradicação da ignorância.

Então, sabedor destes entremeios entrepostos, achei por bem continuar, nesta parte II, com a lista de definições indefinitivas nas áreas de geologia e mineração. Segue.

abalo sísmico: forte emoção com decorrente obsessão por tremores.

aço acabado: pessoa durona vencida pelo cansaço.

água meteórica: água que escoa com espantosa velocidade.

ar viciado na mina: ar que não consegue se desapegar da garota.

brecha de falha: possibilidade que permite a correção de um erro.

carga de suspensão: penalidade aplicada para agravar o efeito suspensivo.

cava a céu aberto: abertura excessiva na roupa que expõe totalmente a junta do braço com o ombro.

cementação em meio líquido: grande brotação de cementes na água.

colúvio: dilúvio que ocorre em regiões contíguas.

contato da encaixante: pessoa responsável na empresa de empacotamento.

contato geológico: pessoa responsável pelos procedimentos geológicos.

coqueificação: procedimento para pentear o cabelo enrodilhando-o no alto da cabeça.

cumulato: rocha ígnea formada pela acumulação de cristais. Você pensou o quê?

espigão da bacia hidrográfica: grande espiga em bacia com água.

frente da lavra: a parte que fica do outro lado das costas da lavra.

gaveta de minério: caixa embutida que se puxa e empurra no armário onde se guarda o minério.

mergulho da camada: manobra executada pela camada, que consiste em precipitar-se de grande altura.

recurso mineral: meio empregado pelo mineral para resolver alguma dificuldade.

Será?! Definições indefinitivas (parte I)


Nenhum comentário: