Máscara e vacina:
Decisões individuais, efeito coletivo.

3 de outubro de 2021

Notícias em 03/10/2021

Assuntos do dia:
fiscalização, cooperação, energia alternativa, paleontologia, terremotos, vulcanismo, ciência espacial, asteroides e eventos.

O Rochedo de Gibraltar
O Rochedo de Gibraltar está localizado na Península Ibérica, em Gibraltar, um território ultramarino da Grã-Bretanha. Na imagem acima, é possível ver, ao fundo, La Línea de la Concepción, uma cidade espanhola da província de Cádis. Esta formação geológica é um promontório de calcário jurássico com 426 metros de altura, formado a partir das conchas de minúsculas criaturas marinhas que se compactaram camada sobre camada no fundo do mar há cerca de 200 milhões de anos. Entre 60 e 20 milhões de anos atrás, a colisão entre as placas tectônicas Africana e da Europa elevou essas camadas e dobrou-as em um anticlinal com eixo inclinado. Neste tipo de estrutura, as camadas mais antigas ficam entre as mais jovens. Como a erosão eliminou um dos flancos do anticlinal, atualmente no topo do Rochedo temos rochas mais antigas e, sob elas, rochas mais jovens. Enquanto isto, foi formado o Mediterrâneo como um lago que, com o passar do tempo, secou durante a crise de salinidade messiniana. Cerca de cinco milhões de anos atrás, o Oceano Atlântico rompeu o Estreito de Gibraltar e a inundação fez com que o Mediterrâneo virasse mar. O Rochedo foi sendo moldado pelo mar e pelo clima até surgir a forma atual. Várias cavernas, incluindo Gorham's e Vanguard Caves no lado leste do promontório, produzem ricas evidências arqueológicas e paleontológicas com fósseis de Neandertais. Estas cavernas foram usadas como locais de culto por comerciantes marítimos fenícios e mais tarde por cartagineses que, posteriormente, foram sucedidos por romanos. Estes passaram a chamar o Rochedo como "Mons Calpe" que, juntamente com o "Mons Abyla" na costa da África, forma os dois lendários Pilares de Hércules do Estreito de Gibraltar. No ano de 711, Tarik ibn-Ziyad desembarcou no sopé do Rochedo, iniciando a conquista muçulmana da Península Ibérica e surgiu o nome Gibraltar, que deriva de "Jebel Tarik" ("Montanha de Tarik"). Em 1462, os muçulmanos foram expulsos pelos Reis Católicos. Em 1704, as forças britânicas e holandesas capturaram o Rochedo durante a Guerra de Sucessão Espanhola e, em seguida, com o Tratado de Utrecht em 1713, a Grã-Bretenha assumiu a soberania total sobre Gibraltar. Desde então, a Espanha tem tentado recuperá-lo, mas Gibraltar continuou sendo importante porto de apoio à Marinha Real britânica. O interior do Rochedo é entrecortado por um grande e complexo sistema de fortificações subterrâneas, constituindo uma série de túneis construídos pelos britânicos a partir de 1782, durante o Grande Cerco de Gibraltar pelos espanhóis. Estas instalações foram inestimáveis ​​no apoio às operações navais no Mar Mediterrâneo e no Oceano Atlântico durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Quando a Segunda Guerra Mundial iniciou em 1939, a população civil local foi evacuada para que Gibraltar pudesse ser fortificado contra possível ataque alemão. O promontório resistiu aos cercos por longo do tempo inspirando a expressão "sólido como o Rochedo de Gibraltar".
(Crédito da imagem: petesphotostravels - fonte1 - fonte2 - fonte3 - fonte4)

    Fiscalização
Garimpeiros ilegais de ouro são presos e multados em R$ 132 mil em MG
    (Por Bruno Luis Barros) Garimpo ilegal no leito do Rio das Mortes, em Tiradentes, foi desmantelado durante operação da PM de Meio Ambiente.
    LEIA MAIS em www.em.com.br

PF destrói 19 escavadeiras, 3 carros e 4 barcos em garimpo ilegal no MT
    Uma ação da Polícia Federal na Terra Indígena de Sararé, em Pontes e Lacerda, resultou na destruição de maquinário utilizado por garimpeiros ilegais.
    LEIA MAIS em www.midianews.com.br


    Cooperação
Novo momento do setor de rochas ornamentais capixaba
    (Por Ed Martins) Este novo momento foi inaugurado no primeiro semestre com a assinatura de convênio setorial entre o Centrorochas) e a Apex-Brasil para promoção dos produtos brasileiros no mercado internacional.
    LEIA MAIS em esbrasil.com.br


    Energia alternativa
Hydro Paragominas faz acordo para a UFPA desenvolver projeto de energia solar


    Paleontologia
Fóssil de árvore encontrado na Índia


    Vulcanismo
Vulcão Cumbre Vieja
    Este vulcão de La Palma, Canárias, continua registrando sismos e extravasando lava em elevada intensidade. Novo fluxo surgiu no flanco noroeste do cone. São mantidas 8 aberturas ativas com lançamento vertical de material com um total até agora de cerca de 50 milhões de metros cúbicos de lava. A deposição da lava no mar cresce lentamente.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com
    Acredita-se que um hotspot, que atualmente alimenta este vulcão em La Palma, criou o arquipélago das Canárias e pode causar o surgimento de novas ilhas em milhões de anos devido ao movimento da placa tectônica africana que se desloca para oeste.
    LEIA MAIS em es-us.deportes.yahoo.com

Vulcão Popocatepetl

Vulcão Kilauea

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Suwanose-Jima no Japão, Langila em Papua Nova Guiné, Fuego na Guatemala, Sangay e Reventador no Equador e Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
Sismo na fronteira Brasil-Peru
    Com magnitude de 5,9 graus, o epicentro ocorreu a 589,4 km de profundidade e 165 km a sudoeste de Tarauacá, AC.
    LEIA MAIS em istoe.com.br

Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 02, na fronteira Brasil-Peru (5,9 graus), na dorsal Meso-Indinana (6,0) e em Mindoro, Filipinas (5,2).
    Dia 03, no sul das Ilhas Kermadec (5,3 graus).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 02, na região norte da dorsal Meso-Atlântico (4,6 graus), em Simeulue, Indonésia (4,5), em Halmahera, Indonésia (4,6), e em Mindoro, Filipinas (4,7).
    No dia 03, a leste das Ilhas Kuril (4,5 graus), no Tajiquistão (4,7), na costa leste de Honshu, Japão (4,6), e em Vanuatu (4,9).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Ciência espacial
Missão espacial chega a Mercúrio, o planeta com amanheceres duplos e calor de 430 graus
    (Por Raúl Limón) "BepiColombo", iniciativa europeia e japonesa, estudará o campo magnético e a composição do corpo celeste mais próximo do Sol.
    LEIA MAIS em brasil.elpais.com


    Asteroides
Explosão de meteoro há 3600 anos destruiu cidade perto do Mar Morto
    (Por Alfredo Graça) No sítio arqueológico Tall el-Hammam, na Jordânia, pesquisadores encontraram evidências de uma explosão cósmica.
    LEIA MAIS em www.tempo.com

Asteroides ricos em metais se aproximam da Terra e cientistas investigam o potencial de mineração


    Evento
Shell Talks: Impulsionando o Progresso


Notícias em 02/10/2021

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *