#SePuderFiqueEmCasa
#CompreSemSairDeCasa.

22 de agosto de 2021

Notícias em 22/08/2021

água, energia alternativa, meio ambiente, geologia, mineralogia, paleontologia, terremotos, vulcanismo, tecnologia, ciência espacial, eventos e outros.

Ovos de gêiser
Ovos de gêiser são seixos que se solidificam camada por camada à medida que a sílica, das águas vaporosas de piscinas geotérmicas de gêiseres, precipita da solução, tornando cada camada um instantâneo das condições da piscina no momento em que foi formada. Um dos locais onde são encontrados tais ovos são as piscinas termais coloridas que cercam o gêiser Old Faithful de Yellowstone, nos EUA. Em forma de feijão, com tamanho em torno de 4 cm, estes ovos fornecem pistas de como o gêiser muda com o passar do tempo, ao capturar e preservar a história do fluido de descarga enquanto crescem. Eles ainda escondem muitas questões não respondidas. Por que se formam? Com que rapidez tomam forma? Quais informações cada camada contém? Parte do problema é que, além de os gêiseres e as piscinas termais que eles criam serem características geológicas raras, os ovos de gêiser são ainda mais raros. As piscinas termais de Old Faithful, no entanto, estão surpreendentemente repletas de ovos de gêiser. Um ovo destes contém anéis concêntricos de densidade e composição variadas e provavelmente refletem mudanças na química das águas do gêiser ao longo do tempo. Conforme crescem, eles registram as mudanças na composição elemental. Também, alterações na densidade podem refletir mudanças cíclicas como a geada e o degelo das estações que passam. As piscinas termais são periodicamente renovadas com água quente rica em minerais quando os gêiseres próximos entram em erupção. À medida que a solução esfria, os minerais podem se precipitar lentamente e aderir ao que estiver disponível. Às vezes este processo resulta em ovos de gêiser. Micróbios, contidos nas piscinas, também podem agilizar o crescimento. As camadas de ovos do gêiser provavelmente não são anuais. Grãos de pólen presos em ovos de gêiseres da Nova Zelândia sugerem que as camadas de ovos crescem cerca de 0,35 mm por ano, mas ainda não é possível generalizar para outras regiões.
(Crédito da imagem: nps - fonte)

    Água
Geologia do Aquífero Guarani impede novos poços na região Oeste de Bauru
    (Por Tânia Morbi) Nas imediações, a vazão é muito baixa. Poços de outras localidades podem aliviar sistema Batalha/ETA.
    LEIA MAIS em www.jcnet.com.br


    Energia alternativa
Prefeitura de São Paulo quer equipar 775 escolas e prédios educacionais com painéis de energia solar para abastecimento de luz
    (Por Valdemar Medeiros) Na expectativa de reduzir milhares de toneladas de CO2, a Prefeitura de São Paulo pretende instalar painéis de energia solar em 775 escolas e 80 UBSs.
    LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br


    Meio Ambiente
Recuperação de áreas mineradas exigida pelo Ibama reintroduz espécie de planta ameaçada de extinção

Empresa sueca distribuiu o primeiro lote de aço ecológico, produzido sem carvão fóssil


    Geologia
Explicação da lacuna de bilhões de anos no registro geológico do Grand Canyon
    Novo estudo chega mais perto de resolver um quebra-cabeça, chamado de "Grande Discordância", descrito pela primeira vez, há quase 150 anos.
    LEIA MAIS em www.geologyin.com


    Mineralogia
Diamantes: estrutura cristalina contém informações valiosas que podem remontar a um bilhão de anos ou até mais na história da Terra
    Urânio e tório, entre outros, decompõem-se no isótopo hélio-4 e gradualmente escapam da estrutura cristalina do diamante. No entanto, ainda não se sabia com que rapidez isto acontece.
    LEIA MAIS em safeshadow.com


    Paleontologia
Pesquisadores podem ter descoberto nova espécie de tiranossauro através de tomografia computadorizada em uma subespécie


    Vulcanismo
Vulcão Popocatepetl

Vulcão Taal

Outros vulcões em destaque
    Registram atividade vulcânica significativa: Shiveluch na Rússia, Suwanose-Jima no Japão, Lewotolo na Indonésia, Fuego na Guatemala, Nevado del Ruiz na Colômbia, Reventador no Equador, Sabancaya no Peru.
    LEIA MAIS em www.volcanodiscovery.com


    Terremotos
O Mediterrâneo é responsável por 5% dos terremotos mundiais

Sismos mundiais com 5 graus ou mais nas últimas 24 horas
    Dia 21, no leste da costa de Honshu, Japão (5,2 graus).
    Dia 22, dois na região das Ilhas Sanduíche do Sul (6,9 e 5,1 graus), na costa leste de Honshu, Japão (5,3) e na região central do Peru (5,3).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org

Sismos mundiais entre 4,5 e 4,9 graus nas últimas 24 horas
    Dia 21, cinco na região das Ilhas Sanduíche do Sul (4,6, 4,6, 3,9, 4,6 e 4,9 graus), no sul das Ilhas Fiji (4,6) em Halmahera, Indonésia (4,8), no leste da costa de Honshu, Japão (4,7), e na costa de Tarapaca, Chile (4,7).
    Dia 22, a oeste da dorsal do Chile (4,7 graus) e na região de Nias, Indonésia (4,5).
    LEIA MAIS em www.emsc-csem.org


    Ciência espacial
Cientistas planetários encontram evidências de mudanças movidas a energia solar na Lua

O rover de Marte da China completa missão primária e continua a explorar o planeta vermelho
    (Por The Associated Press) Ele segue em frente para procurar água congelada que poderia fornecer pistas sobre se Marte já sustentou vida.
    LEIA MAIS em www.nbcnews.com


    Tecnologia
Robô marítimo ajudará a encontrar materiais para baterias de VE
    As baterias dos veículos elétricos (VE) utilizam metais raros que são extraídos de formas altamente não sustentáveis.
    LEIA MAIS em pplware.sapo.pt


    Evento
OTC Houston


    Extra
Com tomada de poder, Talibã abocanha US$ 1 trilhão em reservas minerais
    (Por Deutsche Welle) Valiosas reservas de ferro, cobre, lítio, cobalto e terras-raras são trunfo para futuras relações com outros países.
    LEIA MAIS em www.poder360.com.br

Por que o Haiti é tão vulnerável aos fenômenos naturais?
    No meio do Mar do Caribe, encontra-se no caminho de tempestades tropicais e furacões. Além disto, fica próximo ao cruzamento de duas placas tectônicas: a norte-americana e a caribenha, que se movem constantemente.
    LEIA MAIS em www.france24.com

Gigantesco navio que bloqueou o Canal de Suez se dirige novamente à Ásia
    (Por AFP) O encalhamento do "Ever Given", em 23 de março, provocou grandes engarrafamentos de navios e muitos atrasos nas entregas de petróleo e outros produtos comerciais.
    LEIA MAIS em exame.com


Notícias em 21/08/2021

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *