26 de maio de 2019

Notícias em 26/05/2019

Assuntos do dia:
pesquisa, danos, energia renovável, terremotos, tecnologia, ciência espacial, asteroides, e outros.

Arco de arenito pernambucano
Este arco formado por erosão diferencial em arenito silicificado está localizado no Geossítio Umburanas, próximo à Vila do Catimbau, em Buíque, PE. O arenito pertence à Formação Tacaratu do Siluro-Devoniano.
(Crédito: Rogerio Valença Ferreira - fonte)

    Pesquisa
Água de 20.000 anos no Oceano Índico


    Danos e reparos
Sirene da Anglo em Santa Bárbara toca por engano
    (Por Cristiane Silva) Santa Bárbara é um dos municípios próximos a Barão dos Cocais que pode ser afetado pelo rompimento da barragem de Gongo Soco.
    LEIA MAIS em www.em.com.br

Talude de Gongo Soco chega a 19 cm de deslocamento diário
    (Por Vitor Fórneas) A medição foi divulgada pela Agência Nacional de Mineração (ANM) na tarde de sábado (25).
    LEIA MAIS em bhaz.com.br


    Energia renovável
Tecnologia fotovoltaica para o Chile


    Terremoto
Sentido no Brasil terremoto registrado no Peru


    Ciência espacial
Descobertos 18 planetas do tamanho da Terra


    Asteroides
Passa pela Terra um asteroide com sua lua


    Tecnologia
Cimento a partir de barragens
    (Por Giovana Girardi) Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desenvolveu tecnologia para o aproveitamento do material de barragens da mineração para produzir pozolana.
    LEIA MAIS em www.terra.com.br


    Extra
TCU aprova projeto de cessão de direitos minerários da CPRM
    Ativos minerários de áreas com grande potencial há mais de 30 anos paradas terão processo inédito de vendas em prosseguimento na região de Palmeirópolis, Tocantins.
    LEIA MAIS em institutominere.com.br

Reconhecimento do Antropoceno
    (Por Meera Subramanian) Grupo de Trabalho do Antropoceno (AWG) reconhece a nova época e planeja submissão de proposta formal até 2021 à Comissão Internacional sobre Estratigrafia.
    LEIA MAIS em www.nature.com

Poço de Kola, o mais profundo da Terra
    O poço, na península de Kola, no Círculo Polar Ártico, tem 12,2 km de profundidade e levou 20 anos para ser construído pelos russos para tentar alcançar o mando da Terra. Foi interrompido quando a temperatura atingiu 180ºC.
    LEIA MAIS em noticias.uol.com.br


Notícias em 25/05/2019

Nenhum comentário:

Traduzir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *