15 de fevereiro de 2019

Notícias em 15/02/2019


Imagem em destaque
A Pedra de Ingá, na Paraíba
A Pedra Itacoatiara de Ingá, no município de Ingá, no agreste da Paraíba, é um grande paredão de gnaisse (15 metros de extensão por 2,3m de altura) com arte rupestre. Encontra-se na base das escarpas orientais do Planalto de Borborema. Imagina-se que há aproximadamente 5000 mil anos, os antigos habitantes do Ingá registravam a sua história através dos misteriosos símbolos.
(Crédito: Arnaldo Vitorino da Silva - imagem - fonte1 - fonte2)

Principais notícias sobre geologia, mineração e áreas relacionadas
Assuntos do dia: pesquisa, economia, danos, petróleo, produção, mercado, política, justiça, energia renovável, meio ambiente, paleontologia, vulcanismo, arqueologia, ciência espacial e outros.

Pesquisa

Terremoto na Bolívia revelou grandes cordilheiras abaixo da superfície da Terra
(Por Mike MCrae)
Geofísicos da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, e da Academia Chinesa de Ciências, usaram os ecos de um grande terremoto que atingiu a Bolívia há duas décadas para reunir a topografia abaixo da superfície.
LEIA MAIS em www.sciencealert.com

Plumas de manto podem destruir diamantes
Os quimberlitos (corpos semelhantes a tubos), rochas hospedeiras para a maioria dos diamantes, localizam-se predominantemente nas regiões da antiga crosta continental.
LEIA MAIS em www.geologyin.com


Economia/Negócios/Investimentos

Receita líquida da Paranapanema cresce 36% em 2018
O ano de 2018 foi um verdadeiro divisor de águas para a Paranapanema, líder na produção de cobre refinado no Brasil. Após passar por um processo de reestruturação financeira em 2017, a companhia deu início, no ano passado, ao processo de recuperação dos principais ativos, aumentou a ocupação das fábricas e buscou novos mercados.
LEIA MAIS em revistadofrio.com.br


Danos e reparos

A tragédia das minas brasileiras não será o último desastre da barragem de rejeitos
(Por Reuters)
Foi a décima primeira falha séria na barragem de rejeitos na última década e tais eventos catastróficos estão se tornando mais frequentes, de acordo com pesquisadores do World Mine Tailings Failures (WMTF).
LEIA MAIS em www.mining.com

Servidores apontam falta de recursos
Os servidores do ANM/MG afirmam que possuem disponíveis para a atividade de fiscalização apenas dez caminhonetes no estado.
LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br

Foco na fiscalização de barragens
O secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (MME), Alexandre Vidigal, assinou duas portarias (nº36 e nº 37) que determinam ações com foco na fiscalização de barragens.
LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br

Paralisação de minas impacta 1,8% do PIB
A paralisação temporária das dez minas da Vale – todas com barragens com alteamento a montante – devem impactar em 1,8% nas riquezas produzidas em Minas Gerais ao longo de 2019.
LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br

ANM determina inspeções diárias
A Agência Nacional de Mineração (ANM) determinou que todas as barragens com alteamento a montante sejam inspecionadas diariamente.
LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br

Empilhamento a seco em Casa de Pedra
A CSN Mineração atesta que a Barragem de Casa de Pedra, em congonhas, MG , com método de construção à jusante, é segura. A CSN investiu R$ 250 milhões na tecnologia de empilhamento a seco para o tratamento de rejeitos de minério de ferro da mina.
LEIA MAIS em www.brasilmineral.com.br


Petróleo

Petróleo fecha em alta após China elevar importações da commodity
(Por Monique Heemann)
O petróleo fechou em alta nesta quinta-feira, 14, com o barril do Brent mais caro desde outubro de 2018, impulsionado pela informação de que a China elevou suas importações da commodity, com as negociações comerciais entre a potência e os Estados Unidos ainda no radar.
LEIA MAIS em www.terra.com.br

Produção de petróleo no Brasil crescerá mais rápido que a dos EUA até 2040, diz BP
(Por Roberta Samora)
A produção de petróleo brasileira vai avançar até 2040 em um ritmo anual superior à do mega produtor Estados Unidos, apontou nesta quinta-feira a petroleira BP, em seu relatório global sobre perspectivas do setor de energia.
LEIA MAIS em www.terra.com.br

Petrobras vai provisionar R$3,5 bi após acordo com ANP para unificação de campos
A Petrobras informou nesta quinta-feira que reconhecerá provisão de 3,5 bilhões de reais no balanço do quatro trimestre de 2018 após acordo com a reguladora do setor de petróleo, ANP, para unificação de campos do Parque das Baleias, segundo fato relevante.
LEIA MAIS em br.reuters.com

ANP realiza audiência pública sobre o Parque das Baleias
A ANP realizou, nesta quinta-feira (14/2), uma audiência pública para debater a minuta de acordo para encerramento da controvérsia envolvendo as áreas do "Parque das Baleias". O objetivo foi possibilitar aos agentes econômicos, entes federados e demais interessados o encaminhamento de sugestões sobre o tema, que também passou por consulta pública por 45 dias.
LEIA MAIS em www.anp.gov.br

Brasil avança na perfuração Offshore de Alto Impacto
Exploração que envolve poços com mais de 100 milhões de barris de petróleo ou 28 bilhões de m³ de gás prevê a perfuração de quatro poços este ano no país.
LEIA MAIS em clickpetroleoegas.com.br


Produção

Mina de cobre de US$ 10 bi entra em operação na selva panamenha
(Por Natalie Obiko Pearson)
A maior nova mina de cobre do mundo começou a operar nesta semana na selva panamenha. Ela abastecerá o mercado global, que se aproxima de um déficit, e dará à First Quantum Minerals uma chance de provar que o investimento de US$ 10 bilhões compensava todos os problemas.
LEIA MAIS em economia.uol.com.br


Mercado

Cobre sobe em Londres e NY, após dados fortes da balança comercial chinesa
(Por Estadão Conteúdo)
Os contratos futuros de cobre operam em alta em Londres e Nova York nesta manhã, à medida que dados chineses melhores do que o esperado e a redução de temores geopolíticos sustentam os mercados de metais básicos.
LEIA MAIS em istoe.com.br

Futuros do minério de ferro sobem na China, mas dúvida sobre demanda persiste
Os contratos futuros do minério de ferro na China se recuperaram nesta quinta-feira após queda de mais de 4 por cento nas últimas duas sessões, mas a falta de apetite pela matéria-prima e dúvidas sobre a interrupção de fornecimento no Brasil turvam as perspectivas.
LEIA MAIS em www.terra.com.br

Ouro fecha em leve baixa, após oscilar perto da estabilidade
(Por Gabriel Bueno da Costa)
O ouro fechou em território negativo nesta quinta-feira, 14, em dia de volatilidade no contrato. O metal precioso chegou a subir mais cedo, mas sem muito impulso, e terminou o pregão em leve baixa.
LEIA MAIS em www.terra.com.br


Política

Vale desconhece causas do rompimento da barragem, diz presidente da empresa
O presidente da mineradora Vale, Fabio Schvartsman, afirmou nesta quinta-feira (14) à comissão externa da Câmara dos Deputados sobre Brumadinho que a companhia foi surpreendida e até hoje não sabe o que causou o derramamento de rejeitos de minérios que provocou a morte de 166 pessoas. Deputados afirmam que mineradora sabia do risco de acidente e pedem prisão preventiva de diretores.
LEIA MAIS em www2.camara.leg.br


Justiça

Justiça suspende mineração em unidade de conservação em Itabirito
A Justiça Federal determinou a suspensão de qualquer tipo de autorização para atividade minerária em toda a área da Unidade de Conservação de Proteção Integral, denominada Estação Ecológica de Arêdes (EEA), em Itabirito, na região Central de Minas.
LEIA MAIS em www.hojeemdia.com.br


Energia renovável

Brasil contrata 977,5 milhões de litros no 65º leilão de biodiesel
A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) anunciou na quarta-feira que 977,52 milhões de litros (258,23 milhões de litros) foram contratados no 65º leilão de biodiesel.
LEIA MAIS em www.opetroleo.com.br


Meio Ambiente

Organismos marinhos mudam a paisagem da praia da Enseada, em Bertioga, SP
(Por Eleni Nogueira)
Fenômeno natural também foi observado com a mudança da coloração das águas da praia do Sapé, em Ubatuba.
LEIA MAIS em d.costanorte.com.br


Paleontologia

Parente do tiranossauro viveu no Brasil há 233 milhões de anos
(Por Silvana Salles)
Estudo defende que nova espécie de dinossauro pode ser o terópode mais antigo de que se tem registro no País.
LEIA MAIS em jornal.usp.br

Na Antártida viveu um arcossauro há 250 milhões de anos
(Por Margarida Coutinho)
Nem sempre foi um continente gelado. Em tempos geológicos idos, a Antártida era habitada por vertebrados, incluindo uma nova espécie de réptil agora descoberta.
LEIA MAIS em www.publico.pt


Vulcanismo

Imagens de satélite revelam sistema de dutos interconectados que fez com que o vulcão de Bali entrasse em erupção
Uma equipe de cientistas usou a tecnologia de satélite fornecida pela Agência Espacial Europeia para descobrir por que o vulcão Agung em Bali entrou em erupção em novembro de 2017 após 50 anos de inatividade.
LEIA MAIS em www.sciencedaily.com


Arqueologia

Sítio arqueológico de 4 mil anos pode virar museu a céu aberto no Paraná
Descoberto em 2009, local com 150 gravuras rupestres foi demarcado como o Sítio Arqueológico Vista Alta.
LEIA MAIS em revistagalileu.globo.com


Ciência espacial

Astrônomos encontram a primeira evidência de uma colisão gigante entre exoplanetas
(Por Jake Parks)
Uma nova pesquisa sugere que o mundo denso Kepler-107b foi atingido por um planeta em algum momento de sua história, deixando para trás um núcleo robusto e rico em ferro.
LEIA MAIS em www.astronomy.com

Evidências de que Marte poderia ter atividade vulcânica
(Por Evan Gough)
Um novo estudo mostra que Marte pode muito bem ter vulcanicamente ativo. A prova está na água.
LEIA MAIS em www.sciencealert.com


Extra

AGDAN considera que artigo de O Globo desinforma o público
O artigo sugere uma explosão na usina nuclear de Angra e a Associação Brasileira para o Desenvolvimento de Atividades Nucleares (ABDAN) lamenta a forma desinformada, inverídica, fictícia e hipotética do artigo ao tratar de assunto tão sério.
LEIA MAIS em petronoticias.com.br

Governo Federal apresenta estudo para ampliar fronteira marítima
O Governo Federal apresentou aos peritos da 49ª sessão da Comissão de Limites da Plataforma Continental Brasileira (CLPC) uma descrição geral da Submissão Brasileira Revista da Região Sul.
LEIA MAIS em www.portosenavios.com.br

Uma maneira mais informativa de nomear rochas plutônicas
(Por Allen F. Glazner, John M. Bartley e Drew S. Coleman)
O sistema de classificação de rochas da União Internacional de Ciências Geológicas (IUGS), introduzido há mais de 40 anos, serviu bem aos geólogos, mas sofre com o problema de dividir um contínuo de composições rochosas em classes arbitrárias.
LEIA MAIS em www.geosociety.org


Notícias em 14/02/2019

Nenhum comentário:


Publicação em destaque


Minério de Ferro: produção em crise

Por Marco Gonzalez O mercado global de minério de ferro está sob  pressão  devido a um choque na oferta, depois do rompimento da barragem ...

Seguir por e-mail